cursos:tecnicos:ti:plano

Plano de Curso

Os objetivos específicos do curso compreendem a formação de Técnicos em Informática aptos a:

  • Especificar, montar, instalar e utilizar computadores;
  • Instalar e utilizar softwares;
  • Interligar sistemas de computadores;
  • Diagnosticar e corrigir falhas no funcionamento de computadores;
  • Programar softwares;
  • Desenvolver web sites simples; e,
  • Realizar manutenção básica em sistemas de informática.

O acesso ao curso técnico de nível médio integrado em Informática poderá ser feito através de processo seletivo aberto ao público (exame de seleção ou PROCEFET), para a primeira série do curso, para estudantes portadores do certificado de conclusão do Ensino Fundamental, ou equivalente.

O profissional egresso do curso técnico de nível médio integrado em Informática do CEFET-RN deve ser capaz de: processar as informações, abstraídas de uma massa incontável e crescente de dados (aquelas que, pela sua natureza, interessam às organizações e/ou à sociedade como um todo); atuar na elaboração e desenvolvimento de web sites, no desenvolvimento e na instalação e manutenção de computadores e na elaboração e execução de projetos e sistemas de redes locais de computadores; aplicar os conhecimentos científicos e tecnológicos construídos, reconstruídos e acumulados historicamente; ter senso crítico; impulsionar o desenvolvimento econômico da região, integrando a formação técnica ao pleno exercício da cidadania.

Dessa forma, ao concluir sua formação, o profissional técnico de nível médio em Informática deverá demonstrar um perfil que lhe possibilite:

  1. Conhecer as formas contemporâneas de linguagem, com vistas ao exercício da cidadania e à preparação básica para o trabalho, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico;
  2. Compreender a sociedade, sua gênese e transformação e os múltiplos fatores que nela intervêm, como produtos da ação humana e do seu papel como agente social;
  3. Ler, articular e interpretar símbolos e códigos em diferentes linguagens e representações, estabelecendo estratégias de solução e articulando os conhecimentos das várias ciências e outros campos do saber;
  4. Compreender os fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos, relacionando a teoria com a prática nas diversas áreas do saber;
  5. Compreender o funcionamento e relacionamento entre os componentes de computadores e seus periféricos;
  6. Instalar e configurar computadores, isolados ou em redes, periféricos e softwares;
  7. Utilizar os serviços e funções de sistemas operacionais;
  8. Utilizar softwares aplicativos e utilitários;
  9. Selecionar programas de aplicação a partir da avaliação das necessidades do usuário;
  10. Identificar meios físicos, dispositivos e padrões de comunicação, analisando as suas aplicações em redes;
  11. Analisar as características dos meios físicos disponíveis e as técnicas de transmissão digital e analógica;
  12. Descrever componentes e sua função no processo de funcionamento de uma rede de computadores;
  13. Compreender as arquiteturas de redes;
  14. Instalar os dispositivos de rede, os meios físicos e software de controle desses dispositivos, analisando seu funcionamento para aplicações em redes;
  15. Instalar e configurar sistemas operacionais de redes de computadores;
  16. Instalar e configurar protocolos e softwares de redes;
  17. Desenvolver serviços de administração de redes de computadores;
  18. Conhecer e desenvolver processos de documentação de projetos de estruturas físicas de redes;
  19. Interpretar documentação de projetos físicos de redes de computadores;
  20. Elaborar relatórios técnicos das atividades desenvolvidas na implantação de redes;
  21. Aplicar conceitos de algoritmos e orientação a objetos;
  22. Aplicar técnicas de análise e projeto de sistemas orientados a objetos;
  23. Compreender o funcionamento das estruturas de dados básicas;
  24. Aplicar boas técnicas de programação;
  25. Conhecer o processo de desenvolvimento de software;
  26. Aplicar conceitos de projeto e implementação de banco de dados;
  27. Identificar e solucionar falhas no funcionamento de microcomputadores;
  28. Aplicar técnicas de medição e ensaio, visando à manutenção de microcomputadores;
  29. Aplicar normas técnicas na instalação de microcomputadores;
  30. Promover e difundir práticas e técnicas de correta utilização de microcomputadores;
  31. Conhecer e avaliar modelos de organização de empresas;
  32. Organizar a coleta e documentação de informações sobre o desenvolvimento de projetos;
  33. Avaliar a necessidade de treinamento e de suporte técnico aos usuários;
  34. Executar ações de treinamento e de suporte técnico;
  35. Conhecer e aplicar as normas de desenvolvimento sustentável, respeitando o meio ambiente;
  36. Ter atitude ética no trabalho e no convívio social;
  37. Saber trabalhar em equipe;
  38. Ter iniciativa, criatividade e responsabilidade;
  39. Exercer liderança; e,
  40. Posicionar-se criticamente e eticamente frente às inovações tecnológicas.

A organização curricular do curso técnico de nível médio integrado em Informática observa as determinações legais presentes nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio e Educação Profissional de Nível Técnico, nos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio, nos Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Profissional, no Decreto 5.154/2004, bem como das diretrizes definidas no projeto pedagógico do CEFET-RN.

A organização do curso está estruturada na matriz curricular constituída por:

  • um núcleo comum, que integra disciplinas das três áreas de conhecimento do Ensino Médio (Linguagens e Códigos e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias e Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias);
  • uma parte diversificada, que integra disciplinas voltadas para uma maior compreensão das relações existentes no mundo do trabalho e para uma articulação entre esse e os conhecimentos acadêmicos; e
  • formação profissional, que integra disciplinas específicas da área de Informática.

O curso está organizado por disciplinas, com regime seriado anual, com uma carga-horária de disciplinas de 3.450 horas, distribuídas em quatro anos, acrescida de 400 horas de prática profissional, a ser realizada na forma de Estágio Curricular, a partir da terceira série do curso, de forma que a carga-horária total é de 3.850 horas.

Clique no link a seguir para obter a matriz curricular do curso.

  • cursos/tecnicos/ti/plano.txt
  • Última modificação: 2015/08/05 23:05
  • por 1301182